quarta-feira, 18 de outubro de 2017

Braços em Abraços.


Braços em Abraços

' Teus braços, num abraço forte e intempestivo, tirou minha força, minha sanidade.(atiçando o desejo)
Tomou minhas vontades como se fossem deles, apertando mais e muito. (esmorecendo o corpo)
Braços que num abraço demorado, tomou posse, sucumbiu a volúpia e alastrou-se, sedento, sem pedir licença.'

Ana €l¡sa
18/10/2017

domingo, 24 de setembro de 2017

Sem você...


Saudade imensa do teu riso solto, 
dos segredos mais íntimos entre nós, 
das nossas bocas sussurrando intimidade. 
Saudade intensa do teu abraço acolhedor, dos teus olhares furtivos, 
das tuas mãos acalmando meus anseios.
Saudade, tanta saudade da soma dos nossos corpos.
Saudade, palavra sólida, solitária, carregada de liquidez.


Ana €l¡sa
24/09/2017
09h 

sexta-feira, 15 de setembro de 2017

Amar


' E do amor, se fez chama, brasa.
Puro, vivo...simplesmente vida.' 

Ana €l¡sa
15/09/2017

sábado, 9 de setembro de 2017

Sempre mais...


' Amanheço assim: intensa, sedenta, precisando das tuas mãos, da tua boca, língua quente...do teu corpo libertino, desse teu jeito manhoso de me fazer querer mais e mais...mais.'

Ana €l¡sa
09/09/2017

quinta-feira, 31 de agosto de 2017

Poemeto esquecido...

' O amor quando chega, não bate na porta do coração  e pergunta se pode entrar, invadir e ocupar todo o corpo...
ele apenas chega e espalha-se.'

Ana €l¡sa
31/08/2016
09h51

terça-feira, 25 de julho de 2017

O amor

'Hoje sou aquele sentimento invasor, simplesmente amor.'

Ana €l¡sa
25/07/2017

sábado, 22 de julho de 2017

Palavras Tristes

Palavras Tristes

' Um sorriso no rosto, uma lágrima na alma...
e uma saudade imensa no coração. '

Até as palavras choram tua ausência.

Ana €l¡sa
22/07/2017

Amo esse teu poema, minha 'pra sempre' amiga, parceira, Ju.

Se eu sumir.

Se eu sumir dos teus olhos, me veja nas andorinhas que voam pela sua janela, na garoa que cai ao entardecer , no cantarolar dos pássaros como sinfonia alinhados nas árvores do vizinho.

Se eu sumir dos teus olhos, estenda as mãos, de olhos fechados, 
acaricie o vento, por que será meu rosto que tuas mãos estarão acariciando.

Se eu sumir dos teus olhos, olhe para o céu, lá no cantinho, perto da lua, há uma estrela bem pequena e com um esforço enorme brilhará , ela estará te dizendo em código morse o quanto amo você!!!

Se eu sumir dos teus olhos, não fiques triste, não chores, tenha a certeza que sempre vou te amar, mas se a dor da saudade te cortar o coração, escreva poemas que falam da minha paixão eterna por ti!

Se eu sumir dos teus olhos, contemple as ondas do mar, bailando nas
espumas brancas que morrem na areia, molhe seus pés, deixe a maresia penetrar na sua pele, porque serei eu te beijando por inteiro e sussurrando baixinho no seu ouvido.

Se eu sumir dos teus olhos, me encontre nos poemas de amor, 
nas poesias que choram os poetas apaixonados, neles você enxugará minhas lágrimas, sentirás os meus beijos mais ardentes e minha alma prisioneira de uma linda história de amor chamada Você!!!

Se eu sumir dos teus olhos, apenas me ame , 
em silêncio, pois onde quer que eu esteja, sentirei você.

Seu eu sumir dos teus olhos, nunca se esqueça que eu renunciei esse amor por te amar demais, e as páginas da minha vida serão sempre escritas com versos de lembranças de um amor proibido e impossível, que jamais se acabará.

Isolda Nunes

quarta-feira, 19 de julho de 2017

Êxtase

Êxtase

Extasiante quando tua boca penetra...
Teu corpo espalma...
Tua pele encharca...
E tua alma sussurra palavras úmidas.

Arrebatador sentir essa falta de pressa...
Lentidão dos dedos,
Essa morosidade que desarma minha pele...
Quando tua língua insiste em desenhar caminhos.

E foi assim, atordoante e sem limites...
tua passagem pela minha intimidade.

Ana €l¡sa
19/07/2017
12h36

Tenso

Tenso

' Era muito tenso aquele arrepio, quando o nome dele surgia, umedecendo os lábios.'

Ana €l¡sa
19/07/2017
11h56

terça-feira, 27 de junho de 2017

Alma triste

Alma triste

' As pessoas olham aquele sorriso, aquele olhar de calmaria e nem imaginam quantos desesperos, quanta agonia, habitam aquela alma tristonha. ' 

Ana €l¡sa
27/06/2017

quinta-feira, 22 de junho de 2017

ame...

'...que o amor se faça inteiro, intenso e (de) presente.' 

Ana €l¡sa
22/06/2017

sexta-feira, 16 de junho de 2017

In



' A flor cansou do beija-flor e fechou as pétalas, 
molhadas de tristeza. '

Ana €l¡sa
16/06/2017
11h11

domingo, 30 de abril de 2017

Mais uma Vez

Mais uma Vez

É assim, eu posso não querer te olhar, 
mas sinto o que você diz, 
nas entrelinhas dos olhos.

Ana €l¡sa
28/04/2017

sábado, 25 de março de 2017

...de novo e sempre.

De novo e sempre

'...de novo aquela saudade doce, intensa e tão deles, que invadia e embrenhava-se por todo corpo...sucumbindo e tomando posse de qualquer desejo. '

Ana €l¡sa
25/03/2017

sexta-feira, 17 de março de 2017

Atrevido


' Tuas mãos avançavam atrevidamente pela pele nua, 
que arrepiava num desassossego incontrolável. '

Ana €l¡sa
17/03/2017

sábado, 4 de março de 2017

De repente, você me abraçou.


De repente, você me abraçou.

'...de repente, um abraço apertado, inesperado, pode ser muito mais íntimo que aquele beijo desejado.

Ana €l¡sa
04/03/2017

sexta-feira, 3 de março de 2017


...as vezes, só precisamos 'fluir'.

só vc...


'...só você silencia e estremece minha alma. '

Ana €l¡sa

Sabedoria


'A idade já não pede sexo selvagem, mas de alguém que saiba despertar os desejos mais intensos, mais insanos, aquela selvageria (naturalmente) existente.'

Ana €l¡sa
03/03/2017

Namorar.

' Namorar é muito além de beijo na boca e sexo selvagem...
é simplesmente sentir-se feliz ao lado de alguém.'

Ana €l¡sa
03/03/2017

terça-feira, 28 de fevereiro de 2017

Feliz Carnaval amigos..


Dias de Folia

É carnaval...
A folia veste-se de máscaras, cores e ilusão...
Cobre-se de desejo carnal e disfarces,
Face pintada e corpo nu...
Êxtase,
Euforia,
São dias que se tornam infindáveis,
tantas as orgias.

Pede-se que o tempo não passe,
que as horas não contem,
Mas quarta feira de cinzas chega avisando o fim...
E todas as fantasias, máscaras e alforria
Voltam para o armário do dia-a-dia."

Ana €!¡sa
09-02-2010



 Folia

'Quero amanhecer carna(va)l na tua cama,
Depois de vestir a fantasia dos teus desejos,
Beber tua boca e teus líquidos quentes.
Sambar e fazer euforia,
Loucura e doçura,
Quatro dias de pura folia, 
A dois!! '

Ana €!¡sa

11-02-2010

Infinito


' Aquele azul tão infinito me olhava fixamente, meus olhos tentavam escapar, mas sem conseguir...e, num descuido instantâneo, tudo foi fluindo, paz, saudade e aquele amor invasor foi se espalhando e ocupando todo o vazio, mais uma vez.'

Ana €l¡sa
28/02/2017

sábado, 18 de fevereiro de 2017

Ele, sempre.

' ...e ela sorria ao lembrar do riso dele e o coração descompensava de saudade. '

Ana €l¡sa 
18/02/2017

sexta-feira, 3 de fevereiro de 2017

Deprê...

Deprê...

' As vezes, por preguiça ou por tristeza é melhor deixar pra lá, e pedir pro tempo cuidar. '

Ana €l¡sa 
03/02/2017

Turbulência


Turbulência

'Ela parecia em paz, mas suas raízes travavam uma batalha sem fim.'

Ana €l¡sa 
03/02/2017

Rasgos

Rasgos

' Entranhei-me nas mais profundas cavas, rasguei a pele, a memória, o pensamento, rasguei-me de qualquer sentimento.
Busquei a alma serena, que eu sabia que tinha, travei guerras comigo mesma,  até senti-la e senti.
Doeu e tanto.
...mas senti-la trouxe-me de volta, e mais uma vez...desabrochei.'

Ana €l¡sa 
03/02/2017

segunda-feira, 9 de janeiro de 2017

Despia-se


'Despia-se, lentamente, com o coração machucado, em pedaços, daquela tristeza, do descaso, do pouco caso.
Despia-se, mesmo tão demoradamente, daquela dor latejante...
Precisava, urgentemente, desapegar-se daquele amor enraizado...
incondicional, que estava matando-a, aos poucos.
Despia-se...em lágrimas.
Despia-se...da presença.
Despia-se...simplesmente, da ausência.

Ana €l¡sa 
09/01/2017

sexta-feira, 6 de janeiro de 2017

Vento...


'Folhas, pétalas... ah!! o amor, que ventos agitam, ventos levam...
e assim a vida se refaz.' 

Ana €l¡sa 
06/01/2017

quarta-feira, 4 de janeiro de 2017

Vento e Desejo

Vento e Desejo

' Ela estava quieta olhando pela janela, vira-se, distraída para secar os cabelos...e sente um arrepio percorrendo a nuca, era o vento, atrevido, querendo sussurrar metáforas carregadas de desejo.
Mas, tão tempestuoso, agita-se afoito e fecha a janela e ela fica ali, 
quieta, sorrindo, à espera. '

Ana €l¡sa
04/01/2017

Lábios famintos..

' Teu nome caiu nos meus lábios como um poema que precisa ser escrito, devagar e lentamente.'

 ' E as palavras começaram a devorar-me, detalhadamente. '

Ana €l¡sa
04/01/2017

segunda-feira, 2 de janeiro de 2017

De leve

De leve

 

'Ano Novo, Vida Nova, mesmo que seja de novo e de novo...é novo.

Então agora é assim, tratou bem, terá reciprocidade...tratou mal, indiferente, tipo: tô nem aí...terá um tô nem aí de volta, na cara, na fuça, no silêncio do olhar.
Cansa mimar, cansa agradar e não ter retorno.
Cansa enviar email, sms, oii, como vai, e a pessoa responde quando quiser e se responder.
Ano Novo, Vida Nova...de novo e de novo...e dessa vez ser feliz e não tentar ser.
Agora é assim, quer?? vai ter que provar que quer em atitude e ações.
O amor tem que ser muito mais que só amar. '

'Entra em vigor na data de sua publicação, revogando-se todas as disposições contrárias.'

Ana €l¡sa
02/01/2017